segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Robles Monteiro - Raízes

Os pais de Robles Monteiro casaram, em São Vicente da Beira, no dia 30 de Setembro de 1872.
Ele, Felisberto Coelho Falcão Telles Jordão Monteiro, de 21 anos, solteiro, secretário da Administração do Concelho, morador em São Vicente da Beira, mas natural de São Pedro de Vila Real, era filho de Manuel Joaquim Duarte Monteiro, natural do Telhado, concelho do Fundão, e de Donna Joaquina Amelia de Oliveira Telles Jordão, natural da Guarda.
Ela, Marianna Augusta Ribeiro Robles, de 26 anos, solteira, natural de São Vicente da Beira e aqui moradora, era filha natural(mãe solteira e pai incógnito) de Maria Paulina.
As testemunhas (actuais padrinhos) foram o Excelentíssimo Thomás de Aquino Coutinho Barriga(o visconde de Tinalhas), casado, proprietário, morador em Tinalhas e, possivelmente, Presidente da Câmara Municipal de São Vicente da Beira, cargo que exerceu durante anos, e o Ilustríssimo Joaõ dos Santos Vás Rapozo, casado, proprietário, morador em São Vicente da Beira e, possivelmente, Administrador do Concelho, cargo que desempenhou durante anos.
Fez o registo o Vigário Domingos de Mattos.
(Ler em baixo, no original. Clicar nas imagens, para ver melhor.)



Tiveram um menino, 16 anos depois, já a mãe contava 42 anos, a quem puseram o nome de Felisberto, como o pai. Em adulto, viria a chamar-se Felisberto Manuel Teles Jordão Robles Monteiro.
Nasceu às dez horas da noite do dia 9 de Setembro de 1888 e foi batizado, no dia 29 do mesmo mês.
Foram padrinhos o Excelentíssimo Doutor Antonio Duarte da Fonseca Fabião, casado, proprietário, e sua mulher, a Excelentíssima Donna Maria Amalia Cunha Freire Pignatelly, proprietária, moradores em São Vicente da Beira.
O batismo e respetivo registo foram feitos pelo mesmo Vigário Domingos de Matos.
(Ler em baixo, no original. Clicar nas imagens, para ver melhor.)



Nota:
De toda esta informação, fica-nos uma incógnita: De quem é que a mãe de Robles Monteiro herdou os apelidos Ribeiro Robles, se não se lhe conhecia o pai e a sua mãe só se chamava Maria Paulina? É que, sendo já adulta, devia ser referida pelos apelidos e não o ser significa que não os tinha, tendo sido possivelmente exposta, na altura do nascimento. Mas é apenas uma hipótese. Na época, em São Vicente da Beira, havia pessoas com os apelidos Ribeiro e Robles.

Um comentário:

Paulo disse...

Caro José Teodoro Prata,

A mãe de Robles Monteiro - Mariana Augusta Ribeiro Robles - era filha de José Ribeiro Robles, natural de S. Vicente, e neta paterna de Bernardo António Robles, natural da Covilhã, e de Antónia Raimunda Ribeiro, de S. Vicente.

Abraço

Paulo Nicolau Almeida