sábado, 24 de janeiro de 2009

Esquilos na Gardunha

Hoje, à chegada a S. Vicente da Beira, no alto da barragem do Pisco, um esquilo atravessou a estrada e correu para o pinhal, sem me dar tempo de o meter na máquina fotográfica. Por isso, o que aqui vos mostro roubei deste sítio.



Já em Outubro, num pinhal jovem do Carvalhal Redondo, avistara um esquilo a saltar de ramo em ramo. Semanas depois, num castanheiro, vi ouriços abertos com castanhas mordidas por pequenos dentes, numa tentativa de as extrair.
Ali perto, no Ribeiro de Dom Bento, abundam resíduos de pinhas no chão, junto a vários troncos de pinheiros, como mostra a fotografia abaixo apresentada. Há mais de 10 anos que os meus pais ali costumavam encontrar destes vestígios, mas não sabiam quem os produzia.
Felizmente, estas zonas de S. Vicente escaparam aos dois grandes incêndios que destruíram quase por completo a fauna e a flora da Gardunha, nas últimas décadas.
Os esquilos avistados pertencerão à espécie do esquilo europeu, mas a cor é mais escura do que a do exemplar acima apresentado.
Para conhecer melhor esta espécie, clique aqui.

Um comentário:

Miguel Jeronimo disse...

Boa noite, desde já agradeço o seu comentário ao meu Blog. Apesar de não ser de S.Vicente, tenho uma "costela",dado que os meus pais são de S.Vicente. Em termos de "alcunhas", da parte do meu pai chamavam-lhe o "Arbotes" e ao meu avó materno, chamavam-lhe Manel "Capitão".