segunda-feira, 11 de abril de 2011

Bicharocos



Vacas-louras a pastar. Vacas, talvez porque "pastam" na erva como bovinos. Louras, porque o conteúdo do seu ventre é amarelado. Com essa massa, tiravam os antigos verrugas e sinais. Basta aplicar sobre a verruga ou sinal e desaparece. O seu poder abrasivo é tão forte que queima a pele em volta. Se a pele ficar muito exposta, corremos o risco de ir parar às urgências do hospital, com uma queimadura séria!



Ainda ando indecioso sobre o que fazer com estes bicharocos. Ajudam na polinização, mas comem a totalidade da flor onde ferram o dente. Hei-de ter de os deixar em paz!



Estes abelhões(?) são bonitos e úteis na polinização. Mas cuidado com as ferroadas!

3 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Pratamigo

Não gosto de insectos, ponto. Por incrível que pareça, com os meus 69 anos, casado há 47 (e sempre com a mesma mulher... uffff...) três filhos e cinco netos não vou à bola com tais bicharocos, como lhes chamas.

Insecticidas de qualquer qualidade e feito, desde as velhas bombas manuais de Flit até aos de meter numa tomada de corrente, são bons amigos...

Pois, apesar disto, tenho de te dizer que gostei do teu blogue. Está bem feito, tem qualidade e tem ideias e concepções. Veja-se o caso do post anterior, de índole religiosa. E eu fui católico, mas... curei-me.

Gostarei de te ver na Minha Travessa

Abç

... e já sou teu SEGUIDOR

Anônimo disse...

Arrrrrgggggggggghhhhhh fiquei toda arrepiada... E eu que vou para S. Vicente na Sexta-feira santa... Por acaso sabe informar-me a que horas é a procissão dos passos? adorava poder chegar a tempo de participar.
Ana

Anônimo disse...

As Cerimónias religiosas de Sexta-Feira Santa começam às 15 horas (ou um pouco antes), com a Procissão dos Passos.
À noite, é a Procissão do Entero, ultimamente sem iluminação das ruas, como era antigamente.
José Teodoro Prata