Mostrando postagens com marcador sociedade filarmónica vicentina. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador sociedade filarmónica vicentina. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

O livro da Filarmónica



Como noticiei na altura, a Sociedade Filarmónica Vicentina encerrou as comemorações do seu Centenário, com um concerto e o lançamento de um livro, na Igreja Matriz, dia 26 de dezembro, domingo.
De acordo com a sua ficha técnica, não posso transcrever partes do livro ou mostrar imagens, sem uma autorização escrita. Como não a tenho, aqui deixo o que é possível. E sobretudo o apelo para que todos os vicentinos comprem este livro, pois vale a pena e estamos a ajudar a nossa banda.


Ficha Técnica

Título:
Sociedade Filarmónica Vicentina 1910-2010
Um Século de Cultura, Um Século de História

Autor: António José da Conceição (Tó Sabino)

Edição: Sociedade Filarmónica Vicentina

Ano: 2010

Fotografias: Arquivo do GEGA, Tó Sabino, João Paulino, Pedro Gama Inácio, Rui Pedro e Dário Inês

Preço: 10 euros

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Venham mais cem!

A nossa banda filarmónica teve um ano de arromba, pois cem anos só de fazem uma vez!
No próximo domingo, dia 26 de Dezembro, encerrará as Comemorações do Centenário, com um concerto e o lançamento de um livro e de um DVD.
Estamos todos convidados!



Nota: Informação do Dário Inês.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

5 de Outubro

A Sociedade Filarmónica Vicentina associou-se às comemorações dos 100 anos da República, coordenadas pela Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.
Hoje, 5 de Outubro, às 10.30 h, tocou o hino nacional na Praça, em uníssono com 250 bandas de todo o país, cada uma na sua terra.
A fotografia regista esse momento e foi-me enviada pelo Dário Inês.



O Tó Sabino filmou e colocou no Youtube. Copiei de lá.

sábado, 17 de julho de 2010

Há Festa!

Informa-me o Dário Inês de que as Festas de Verão estão garantidas. O organização é da Sociedade Filarmónica Vicentina. Faz cem anos e a prenda é para todos os vicentinos. Bonito!

30 DE JULHO (Sexta-feira)
17h - Início dos festejos;
Abertura do Bar e animação com a aparelhagem;
22h - Actuação do artista RUI ALVES.

31 DE JULHO (Sábado)
15h - Continuação das festas, com a abertura do bar;
17h30m - Animação infantil, com insuflável;
18h - Aparelhagem do Vale da Torre;
23h - Actuação da banda XCA de Oliveira de Azeméis.

1 DE AGOSTO (Domingo)
08h - Arruada pelas ruas da vila, pela BANDA FILARMÓNICA VICENTINA;
18h - Eucaristia e procissão, em honra do Santíssimo Sacramento, com a actuação da BANDA FILARMÓNICA VICENTINA;
23h - Actuação do grupo musical IMAGEN 5.


O Santo Cristo da Misericórdia

2 DE AGOSTO (Segunda-feira)
05h - Arruada dos BOMBOS VICENTINOS;
08h - Alvorada com a BANDA FILARMÓNICA VICENTINA;
08h30 - Alvorada a cargo da PIROTECNIA OLEIRENSE;
09h - Arruada com a BANDA FILARMÓNICA VICENTINA, pelas ruas da vila;
17h30 - Novena e Eucaristia em honra do Senhor SANTO CRISTO, seguida de procissão, com a actuação da BANDA FILARMÓNICA VICENTINA;
23h - Actuação da BANDA INNEM DE VISEU;
01h - Espectáculo de FOGO DE ARTIFICIO.

3 DE AGOSTO (Terça-feira)
15H - Continuação dos festejos;
18h - Eucaristia em honra de NOSSA SENHORA DO CARMO, seguida de procissão, com a actuação da BANDA FILARMÓNICA VICENTINA;
21H - Concerto pela BANDA FILARMÓNICA VICENTINA.

sábado, 15 de maio de 2010

Programa do Centenário

Finalmente, o programa completo das comemorações do centenário da Sociedade Filarmónica Vicentina.
Obrigado ao Dário Inês.
Clicar em cima, para ver melhor.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Centenário da Filarmónica


No próximo domingo, dia 16 de Maio, a nossa Banda Filarmónica faz cem anos.
Vai haver festa rija!
Programa:
- Almoço volante para toda a comunidade, na Casa do Povo.
- Concerto de bandas, na Praça, a meio da tarde.
- Exposição de testemunhos deste cem anos: fardas, instrumentos, fotografias...
Que venham mais cem!

Nota: A foto é do José Manuel dos Santos e foi publicada no livro "Uma vida em construção - Homenagem ao Padre António Branco".

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Concerto de Ano Novo


A Sociedade Filarmónica Vicentina abriu o ano de 2010, com chave de ouro: um concerto de Ano Novo, no salão da Casa do Povo, aplaudido por cerca de 200 pessoas.
Assim iniciou a nossa Banda as comemorações do seu CENTENÁRIO.
E muitos outros eventos nos surpreenderão ao longo do ano.
Parabéns à velhota, nas pessoas dos músicos e membros dos corpos dirigentes!




Os músicos em acção.


O mestre Gonçalo Pinto, que dirigiu o concerto.


O mestre Sérgio Sequeira veio dar uma ajuda ao mestre Gonçalo Pinto e dirigiu a última peça. Ambos são professores da Escola de Música.


O público ovacionou de pé a sua Banda Filarmónica.


E os artistas agradeceram.

Informações e fotos do Dário Inês.

domingo, 10 de maio de 2009

Os 99 anos da Filarmónica


A Sociedade Filarmónica Vicentina assinala, no dia 17 de Maio, o seu 99.º aniversário. Para comemorar a efeméride, convidou a sua congénere Cidade de Castelo Branco.
A Sociedade Filarmónica Vicentina foi fundada, no decurso do ano de 1910, pelo P.e João Fernandes Santiago, pároco de São Vicente da Beira, com a colaboração do músico e maestro Valério de Paiva Boléo.
A preparação dos músicos foi rápida, o que permitiu, em tempo recorde, apresentar a Banda à população a tocar músicas da época.
Dezassete anos depois, por alvará do Governador Civil de Castelo Branco, Júlio Rodrigues da Silva, Capitão de Caçadores N.º 6,foi aprovada a Sociedade Musical e os estatutos que a regem. Decorria o ano 1927, a 24 de Maio.
Ao longo dos 99 anos de actividade da Sociedade, além do ‘Tio Valério’, como era chamado, houve mais dois músicos-maestros exímios que merecem ser salientados. Na formação e regência da Banda por longos períodos, mais de 40 anos e mais de 30, respectivamente, Joaquim dos Santos Ribeiro e Sebastião Breia fizeram o seu melhor, para manterem a Banda em actividade e produzir boa música, motivo porque foram agraciados pelos órgãos directivos. Outros músicos-maestros deram contributos valiosos, embora por períodos mais curtos.
Os órgãos directivos que, durante 99 anos, estiveram graciosamente ao serviço da Sociedade Filarmónica Vicentina, tudo fizeram para resolver problemas de diversa ordem, principalmente, pessoal e financeiro, para que Banda pudesse caminhar até aos dias de hoje, cumprindo os desígnios estatuários que são: “Cultura e educação musical” e “Realização de concertos e festas”.
Actualmente, a escola aposta em músicos e maestros formados na sua escola, de forma a melhorar a qualidade dos executantes, numa sede própria, com espaço e funcionalidade.

Dário Inês